quarta-feira, 18 de outubro de 2017

“Se gravado pedindo dinheiro, eu ainda seria senador”


Por Robson Pires, em

O ex-senador Delcídio do Amaral, que foi preso por ordem do STF em 2015 e teve o encarceramento chancelado pelo plenário, protestou.
“Se eu tivesse sido flagrado pedindo dinheiro, talvez ainda fizesse parte do Senado. O tempo de Deus haverá de fazer justiça!”
Delcídio foi acusado de obstruir as investigações. Ele avalia que “o desfecho do caso Aécio vai salvar a todos os partidos” e mostra a reação da política.
“Vai sobrar para o PT. Mais especificamente para o Lula.” (Painel – FSP)
Postar um comentário