domingo, 18 de junho de 2017

Exclusivo!

João Câmara-RN volta a tremer neste domingo (18/06)...Tremor de 3.0 na Escala Ricter 

Como os terremotos são medidos?
A escala Richter


Resultado de imagem para escala richterAcabamos de receber aqui em nossa redação na cidade de Riachuelo - RN ,  ( a confirmar) que aconteceu há poucos instantes um tremor de terra na cidade de João Câmara-RN, que apesar de pouca intensidade 3.0, ás cidades circos vizinhas ficam em alerta total Um abalo sísmico foi sentido por grande parte da população de João Câmara nesta manhã de domingo, 18 de junho. O tremor de terra ocorreu por volta das 8h32 e repercute nos grupos de WhatsApp e demais redes sociais.
Ainda não há informações do laboratório de sismologia da UFRN, órgão que faz o acompanhamento das atividades sísmicas no Estado, mas acredita-se os mais experientes que tenha chegado perto dos 3 graus de magnitude. Outras informações a qualquer momento. escala Richter, também conhecida como escala de magnitude local ou , é uma escala logarítmica arbitrária, de base 10, utilizada para quantificar a magnitude de um sismo...Até 1979, a intensidade dos terremotos era medida através da conhecida escala Richter, mas em 1979 ela foi substituída pela escala de magnitude momentânea, de sigla Mw. Na prática, entretanto, os resultados são muito aproximados.
Da mesma forma que a escala Richter, a Mw também mede a energia liberada pelos terremotos e também é uma escala logarítmica. Isso significa que os números da escala medem fatores de 10. Assim, um terremoto que mede 4 graus tem 10 vezes mais amplitude que um que mede 3 graus e 100 vezes maior que um que mede 2.
Quanto maior a magnitude de um terremoto, maior sua energia e capacidade de destruição, mas os efeitos dependem de vários fatores, entre eles a distância, profundidade, condições do terreno e tipo de edificações. De modo geral, os sismos são classificados da seguinte forma:Escala Richter
A escala de Richter foi desenvolvida em 1935 pelos sismólogos Charles Francis Richter e Beno Gutenberg, ambos membros do California Institute of Technology (Caltech), que estudavam sismos no Sul da Califórnia.
A escala representa a energia sísmica liberada durante um terremoto e se baseia em registros sismográficos.
A escala Richter aumenta de forma logarítimica, de maneira que cada ponto de incremento significa um aumento 10 vezes maior no registro sismográfico.
Dessa forma, a onda de sismo de magnitude 4.0 é 100 vezes maior que a onda de um sismo de 2.0. No entanto, é importante salientar que o que aumenta é a amplitude das ondas sismográficas e não a energia liberada.
Em termos gerais a energia de um terremoto aumenta 33 vezes para cada grau de magnitude, ou aproximadamente 1000 vezes a cada duas unidades.

Postar um comentário