sábado, 23 de junho de 2018

Palocci continuará preso após delação homologada

Quem acompanhou o processo adianta que Antonio Palocci não fez a “delação do fim do mundo”. Motivo: nos acordos fechados com a PF, os benefícios só são concedidos depois de comprovadas as informações. O que o obriga a contar apenas o que pode realmente provar.
Dessa forma, Palocci não será solto até que a PF comprove as informações que delatou e que só agora, com a homologação, serão investigadas.
Nas delações do MPF, o delator recebe o benefício de antemão. A PF acha que seu modelo é mais eficaz. “Se eu pagar antes, o pedreiro não termina a obra”, diz um delegado.
Estadão Conteúdo


Acesse a Postagem Original: http://www.blogdobg.com.br/#ixzz5JHjBZTB9

Polícia Civil emite nota de pesar pelo falecimento do agente Renildo Morais

A Polícia Civil emitiu uma nota de pesar pelo agente aposentado Renildo Morais, que perdeu a vida hoje tentando salvar a mulher durante um assalto na Zona Norte de Natal.
Nota de pesar
A Polícia Civil do Rio Grande do Norte manifesta o seu pesar pela morte do policial civil aposentado José Renildo de Morais, 54 anos. O Agente faleceu na manhã deste sábado (23), após reagir a um assalto e trocar tiros com um criminoso na Avenida das Fronteiras, no bairro de Nossa Senhora da Apresentação, Zona Norte de Natal.
A Polícia Civil externa sentimentos de pesar para familiares e amigos de José Renildo, que dedicou mais de 27 anos de sua vida à Polícia Civil do Rio Grande do Norte.


Acesse a Postagem Original: http://www.blogdobg.com.br/#ixzz5JHiqYUl6

Rogério Marinho: “Desde que assumimos, tivemos o compromisso de colaborar com as administrações municipais”

O deputado federal Rogério Marinho (PSDB) se reuniu nesta sexta-feira (22) com os prefeitos de Angicos, Deusdete Gomes (PSDB) e Carnaubais, Thiago Meira (PSDB), além das suas respectivas equipes de auxiliares e colaboradores. Em pauta, ações já realizadas e novos projetos a favor dos municípios.
“Desde que assumimos o nosso mandato, tivemos o compromisso de colaborar com as administrações municipais, para que as Prefeituras tenham condições de atender às necessidades da nossa população. E nosso objetivo continua o mesmo, lutar para trazer recursos que possibilitem a melhoria de vida dos potiguares”, disse Rogério Marinho.
Após passar pelos dois municípios, o deputado Rogério Marinho continuará com uma agenda dedicada ao interior do estado neste final de semana. Neste sábado (23), o tucano estará em Mossoró, Caraúbas, Felipe Guerra, Marcelino Vieira, Severiano Melo, Rafael Godeiro e Apodi. Já no domingo a agenda pelo Oeste se encerra em Tibau e Baraúna.


Acesse a Postagem Original: http://www.blogdobg.com.br/#ixzz5JHiWdXET

Lesão tira Douglas Costa do jogo do Brasil contra a Sérvia

Douglas Costa está fora do jogo contra a Sérvia, na próxima quarta-feira (27), em Moscou. Hoje (23) o médico da Seleção Brasileira, Rodrigo Lasmar, informou que o atacante foi diagnosticado com uma lesão na coxa direita. Ontem (22), ao fim do jogo contra a Costa Rica, vencido pelo Brasil por 2 a 0, o jogador se queixou de dor na região posterior da coxa direita.
De acordo com Lasmar, Douglas já está sob tratamento intensivo e ficará em Sochi, sob os cuidados da fisioterapia. O médico disse que a lesão é de “pequena gravidade”, mas não tem como definir uma data para o retorno do jogador.


Acesse a Postagem Original: http://www.blogdobg.com.br/#ixzz5JHiJ5Mnl

Expansão do PCC pelo RN fez crescer número de homicídios em 256%

“Eu tenho mais de trinta cadáveres dentro do meu telefone”, disse Rafael Silvestri, no dia 8 de setembro do ano passado, em conversa telefônica com um comparsa do Primeiro Comando da Capital (PCC), a maior e mais perigosa organização criminosa em atividade no Brasil. Ele se jactava das imagens de inimigos mortos que havia recebido em seu celular de comparsas baseados em vários estados brasileiros. Silvestri é a principal “autoridade” do PCC no Nordeste e, nos últimos seis meses, teve seu sigilo telefônico quebrado pela Polícia Civil de Presidente Prudente (SP) juntamente com o de outros 200 membros da facção. O material, colhido no âmbito de um inquérito sigiloso ao qual VEJA teve acesso, ajudou os policiais a deflagrar, no dia 14, a Operação Echelon, que desvendou o modus operandi usado pelos bandidos do PCC para expandir seu domínio sobre o tráfico de drogas nos estados.
As investigações levaram a constatações preocupantes. Uma delas: os territórios onde a facção trava disputa com outros grupos criminosos pela hegemonia no tráfico são justamente os que sofreram uma explosão de homicídios em dez anos. Nesse período, o aumento do número de assassinatos por 100 000 habitantes, segundo o Atlas da Violência de 2018, é uma matemática de horrores: 256% no Rio Grande do Norte, 121% em Sergipe, 93% no Acre, 86% no Ceará, 74% no Pará e 72% no Amazonas. Tais áreas são as que mais aparecem nas conversas gravadas pela polícia. Identificadas como zonas conflagradas, são rotas estratégicas para a entrada da cocaína no Brasil e seu escoamento para a Europa. Em São Paulo, onde o PCC surgiu e é hegemônico no tráfico, o vetor é inverso: os homicídios caíram 46% na última década. Por isso, dissemina-se a certeza de que o controle da violência em São Paulo não está nas mãos do governo e suas políticas de segurança. Está nas mãos do PCC.
Veja

Quatro crianças brasileiras serão liberadas de centros de reclusão nos EUA

Quatro das 49 crianças brasileiras separadas de suas famílias nos Estados Unidos serão entregues por autoridades americanas a parentes no país e no Brasil nos próximos dias, informou o Ministério das Relações Exteriores. A partir de uma lista formulada pelo Departamento de Saúde americano e de informações do seus consulado brasileiros nos Estados Unidos, o Itamaraty concluiu não haver, até a última sexta-feira (22), nenhum menor do Brasil detido nas instalações improvisadas, nas quais crianças têm sido mantidas dentro de jaulas de arame.
Segundo a embaixadora Luiza Lopes da Silva, diretora do Departamento Consular e de Brasileiros no Exterior do Itamaraty, três irmãos abrigados na instituição Southwest Key de Tucson, no Arizona, serão entregues a um parente residente nos Estados Unidos. A mãe, presa na mesma cidade, concedeu uma procuração a um familiar, e sua decisão foi acolhida por um tribunal local de imigração.
Veja


Acesse a Postagem Original: http://www.blogdobg.com.br/#ixzz5JHhqfYMJ

Leonardo fala sobre os 20 anos da morte de Leandro: “Eu ainda o procuro no palco”

No aniversário de 20 anos da morte do irmão Leandro, o cantor Leonardo fala da falta que ele faz na música, em casa e nos palcos. Desde que perdeu o parceiro insubstituível, nunca mais teve outra dupla e segue em carreira solo desde então. Aos 36 anos, no auge da carreira, Leandro morreu, depois de lutar contra um tumor de Askin – um câncer raríssimo –, no dia 23 de junho de 1998, em São Paulo.
Leonardo lembra do irmão como figura de inspiração e companheiro. Os 15 anos de estrada juntos nunca saíram da memória e acompanham o cantor até hoje. “Sinto muita falta dele no estúdio e principalmente no dia a dia. Até hoje o procuro no palco”, disse.
Desde a morte de Leandro, Leonardo não se juntou a nenhum outro cantor para voltar a formar uma dupla. Ele apostou na carreira solo e afirma que, nos shows, o Leandro “se faz presente” através dos fãs. “O público é minha segunda voz e será para sempre depois da perda de meu irmão”, revelou.
Ele relata ainda que sempre sentiu uma admiração pelo irmão. Leandro é considerado um modelo de músico para muitos cantores. Leonardo o vê da mesma forma e lembra que ele saía da “zona de conforto”, que era a música sertaneja, para gravar canções também em outros estilos. “Considero meu irmão uma inspiração até hoje. Ele tinha um olhar espetacular inovador para músicas”, recordou.
A última canção que gravaram juntos foi Um Sonhador. O disco foi lançado depois da morte de Leandro. Ao se lembrar, Leonardo não segura a emoção: “Quando canto me emociono demais sempre”.
Quando a saudade aperta, Leonardo diz que se sente mais perto do irmão em meio aos parentes. Além das reuniões de família, o sertanejo também cita que se aproxima de Leandro no contato com Deus e no trabalho da Casa de Apoio São Luiz, instituição filantrópica criada pela mãe deles a pedido do irmão. O espaço oferece estadia, alimentação e serviço de emergência para pessoas com câncer de outras cidades que fazem tratamento em Goiânia.
G1


Acesse a Postagem Original: http://www.blogdobg.com.br/#ixzz5JHhajZf6

Santana do Seridó (RN): prefeito aluga táxi


Por Robson Pires, em

Resultado de imagem para imagens maracutaiaO prefeito Hudson Pereira de Brito da cidade de Santana do Seridó (RN), autorizou a contratação do veículo (táxi) de EDSON BARROS DA SILVA, pela importância de R$ 75.228,00, com a finalidade de realizar o serviço de transporte de passageiros e encomendas para a Secretaria Municipal de Saúde, que é comandada pela sua esposa Josilene Maria dos Santos Barros.
Isso é certo, prefeito?
É somente uma pergunta.

Jaçanã (RN): R$ 936 mil em combustíveis


Por Jornal Dois Quadros, em

Resultado de imagem para imagens maracutaiaPara realizar o abastecimento de gasolina e óleo diesel a frota de veículos oficiais da Prefeitura Municipal de Jaçanã (RN), o prefeito Oton Mario de Araújo Costa, favoreceu ao POSTO DE COMBUSTÍVEIS JAÇANÃ LTDA, com um contrato no valor de R$ 936.000,00...Quer isso Arnaldo?

Fachin retira de pauta recurso de Lula para suspender prisão


Por Robson Pires, em

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu que seja retirado da pauta da 2ª Turma da Corte recurso que pede a suspensão da prisão do ex-presidente Lula. A decisão, proferida nesta sexta-feira (22/6), é motivada pela decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) de negar seguimento ao recurso extraordinário que questionava a condenação do ex-presidente em segunda instância.
O pedido de suspensão da prisão estava previsto para ser julgada na próxima terça-feira (26). Com a manifestação do ministro Fachin, é improvável que isso ocorra. Lula está preso desde abril na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR). Em janeiro, ele foi condenado a 12 anos e 1 mês de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Postagem em destaque